SAÚDE

【MACONHA】Os Benefícios Medicinais da Cannabis【AQUI】

 

Maconha e nosso corpo

Benefícios para Saúde da  Maconha. Como surgem os efeitos psicotrópicos e medicinais da maconha no corpo humano?

Aqui você encontrará mais informações sobre os canabinoides e o sistema endocanabinóide.

 

→ PRINCIPAIS DICAS FINAL DO ARTIGO

 

Quer ver depoimentos e dicas sobre MACONHA

Deixe seu comentário no vídeo abaixo!

Trabalhamos com amor e dentro do possível seu comentário será respondido!

Este conteúdo não substitui uma consulta medica!

#dietablogbr

 

(VÍDEO) MACONHA – Pra que Serve e Efeitos Colaterais

Tipos de canabinoides

A maconha produz naturalmente toda uma gama de canabinoides, presumivelmente até 60, encontrados nos tricomas. No entanto, muito pouco se sabe sobre a maioria deles.

Os canabinoides mais comuns e mais eficazes, também o mais conhecido e mais pesquisado são de:

– Tetra-hidrocanabinol (THC)

– Canabidiol (CBD)

– Canabinol (CBN)

 

O sistema endocanabinoide

O cérebro humano produz um neurotransmissor (um portador de informação nas vias neurais que encaminha informação de uma célula nervosa para outra) chamado anandamida, que também pertence ao grupo dos canabinoides.

Os receptores de anandamida estão em toda parte no corpo humano, no sistema nervoso, no intestino, em outros órgãos e especialmente no cérebro. Esses “sensores” enviam impulsos para o cérebro.

Toda a rede é coletivamente chamada de sistema endocanabinóide.

Os canabinóides contidos na maconha são capazes de se ligar aos receptores endocanabinóide presentes no corpo humano.

Este processo é à base de todos os efeitos medicinais psicotrópicos e promotores da saúde da maconha.

 

Canabinoides efeitos colaterais

Por milênios, o homem se beneficiou dos efeitos terapêuticos e curativos da maconha muito antes de seus ingredientes ativos serem cientificamente identificados.

Embora a proporção exata desses agentes ativos possa variar ou ser desconhecida em qualquer amostra de maconha natural, não se segue que os usuários da maconha natural estejam, portanto, em risco. Pelo contrário.

O fato de não terem ocorrido efeitos secundários tóxicos durante o uso histórico de maconha cultivada naturalmente durante um período de tempo tão longo é uma forte indicação de que não é esse o caso.

É simplesmente impossível morrer pelo consumo excessivo de maconha ou sofrer danos permanentes.

 

Maconha natural e canabinoides sintéticos

Embora os canabinoides precisem ser isolados e sintetizados para explorá-los, isso não significa que a maconha como droga seja melhor administrada na forma de canabinoides isolados ou sintetizados.

Ficou provado que tomar maconha em sua forma natural pode levar a sucessos terapêuticos muito maiores do que os canabinoides isolados, provavelmente devido ao fator desconhecido identificado por vários canabinoides desconhecidos e outras substâncias vegetais.

ATUALIZADO: 18.05.18

No Comments

Leave a Reply